terça-feira, 3 de maio de 2011

Definição e Funções da Embalagem




INTRODUÇÃO

A embalagem se tornou item fundamental da vida de qualquer pessoa e principalmente das atividades de qualquer empresa.

Para a logística, a embalagem é item de fundamental importância, possui relacionamento em todas as áreas, e é essencial para atingir o objetivo logístico de disponibilizar as mercadorias no tempo certo, nas condições adequadas ao menor custo possível.



CONCEITO

Dependendo do foco em que está sendo analisado, o conceito de embalagem pode variar. Para um profissional da área de distribuição, por exemplo, a embalagem pode ser classificada como uma forma de proteger o produto durante sua movimentação. Enquanto que para um profissional de marketing a embalagem é muito mais uma forma de apresentar o produto, visando atrair os clientes e aumentar as vendas, do que uma forma de protegê-lo.

 Bem como suas funções: a de proteção da mercadoria, durante as atividades de logística, e a de exposição ao consumidor, como meio de aumentar as vendas. Sem deixar de considerar os custos envolvidos na produção e no transporte de mercadorias.

Quanto à classificação, a mais referenciada é a que classifica de acordo com as funções em primária, secundária, terciária, quartenária e de quinto nível.

• a) Primária: é a embalagem que está em contato com o produto, que o contém. Exemplo: vidro de pepino, caixa de leite, lata de leite condensado.
• b) Secundária: é aquele que protege a embalagem primária. Exemplo: o fundo de papelão, com unidades de caixa de leite envolvidas num plástico. É geralmente a unidade de venda no varejo.
• c) Terciária: São as caixas, de madeira, papelão, plástico.
• d) Quaternária: São embalagens que facilitam a movimentação e a armazenagem, qualquer tipo de contenedor. Exemplo: Contêiner
• e) Embalagem de Quinto nível: é a embalagem conteinerizada, ou embalagens especiais para envio a longa distância.
FUNÇÕES
As principais funções da embalagem são: conteção, proteção e comunicação.

FUNÇÃO DE CONTENÇÃO:  refere-se à função de conter o produto, de servir como receptáculo,
por exemplo, quando ocorre do produto vazar da embalagem, esta função não foi
cumprida.

FUNÇÃO DE PROTEÇÃO:  possibilita o manuseio do produto até o consumo final, sem que ocorra danos na embalagem, e/ou produto. Também com relação a esta função deve-se estabelecer o grau desejado de proteção ao produto.

FUNÇÃO DE COMUNICAÇÃO: é a que permite levar a informação, utilizando diversas ferramentas, como símbolos, impressões e cores. Nas embalagens primárias, esta função ocorre diretamente com os consumidores finais, trazendo informações sobre a marca e produto. E nas embalagens ditas industriais, relacionadas à logística, a comunicação ocorre na medida em que impressões de códigos de barra nas embalagens, marcações, cores ou símbolos permitam a localização e identificação de forma facilitada nos processos logísticos de armazenagem, estoque, separação de pedidos, e transporte.


EMBALAGEM EM RELAÇÃO À LOGÍSTICA

A embalagem tem interação com todas as funções da logística, armazenamento, manuseio, movimentação de materiais, e transporte. Desta interação com as funções logísticas, pode-se conseguir redução de custos, de tempo na entrega final do produto, redução de perdas, e aumento do nível de serviço ao cliente.

Na movimentação de materiais, dentro dos armazéns, e na troca de modal de transporte, é onde a embalagem sofre os maiores impactos, que podem causar danos a embalagem primária, e produto, e onde os impactos da falta de planejamento podem ser percebidos, seja pelo alto número de perdas, e/ou adaptação dos equipamentos de transporte, seja pelo aumento do custo decorrente destas perdas, e impossibilidade de padronização dos métodos e equipamentos de movimentação, que acabam por aumentar a necessidade de mão-de-obra e reduzir a eficiência.

8 comentários:

Edvânia Santos disse...

Ola!Muito bom! Resumido,sem arrudeios. Exatamente o que eu precisava para concluir uma atividade. Meus agradecimentos e ensentivos a continuar.

joana luis Janeiro disse...

Adorei. Um bom resumo e muito crusial

Joao Eduardo Almeida e Castro disse...

Impressionante como se escreve mal no Brasil, culpa de governos como o atual que acha espetacular ter gente sem nenhuma instrução à frente de órgãos e instituições. Vejam o exemplo desses dois comentários acima. Num deles a pessoa diz "sem arrudeios" quando deveria dizer sem rodeios. Escreve "ensentivos" quando deveria ter escrito "incentivos".
Já a Joana conseguiu errar numa pequena frase com 7 palavrinhas. Escreveu "crusial" quando deveria ter escrito crucial. Aliás, o que será que ela quis dizer com sua frase? "Adorei. Um bom resumo e muito crusial". Talvez quisesse ter dito "Adorei. Um bom resumo e muito importante.".
Brasil, Governo, Autoridades, onde está essa tal "Pátria Educadora". Mais um blefe e um falácia desse Governo incompetente e corrupto que aí está.
Aos que postaram seus comentários, minhas desculpas se porventura vocês se sentiram, de alguma forma, ofendidos.

Anônimo disse...

João você esqueceu uma palavra: humildade com H maiúsculo você pode até ter conhecimento ortográfico menos tato para redarguir alguém.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Anônimo disse...

Meu caro João,é lamentável você querer fazer correções ortográficas e/ou da lição de como escrever correto, a terceiros, se você mesmo não tem essa capacidade/conhecimento da língua portuguesa.

Se não vejamos. Quando você diz: "Num deles a pessoa diz" (...).

Demonstra de forma cabal, a sua ignorância quanto ao conhecimento da língua; pois o correto seria. Em um deles.....

Pelo jeito, você precisa aprender mais um pouco, não só a gramática, mas também um pouco de civilidade e humildade.

Já quanto ao governo e a pátria educadora de uma coisa eu tenho certeza, se essa existe passou longe da sua casa.

Regiel disse...

O caro João tem razão em sua crítica. Nós brasileiros temos mania de se sentir ofendido quando recebemos críticas ou a presenciamos. Realmente escrevemos muito mau. E o termo "num" pode ser usado natural e informalmente NUM texto comum na web. Não há erro nisso. A crítica, quando bem aceita, gera crescimento!

Regiel disse...

Corrigindo: Nós brasileiros temos mania de nos sentirmos...

Página Anterior Próxima Página Home